Os seres humanos são capazes de reconhecer 5.000 rostos

Para os pesquisadores da Universidade de York, localizada na Inglaterra, o ser humano consegue reconhecer até 5.000 rostos. Eles ressaltam que esses rostos valem tanto para a vida real quanto da mídia.

Apesar de vivermos cercado de grupos com média de cem pessoas, as nossas habilidades de reconhecimento facial evoluíram por conta do mundo moderno. Hoje precisamos lidar com milhares de pessoas em nossa volta, tanto na tela de uma televisão tanto na vida real.

O estudo foi feito com voluntários onde consistia em anotar quais nomes de amigos, colegas de trabalho, familiares e todas as pessoas conhecidas em um pedaço de papel. O resultado foi que esses voluntários conseguiram anotar boa parte desses nomes, mas tiveram muita dificuldade com o passar do tempo. Essa dificuldade foi que permitiu verificar qual foi o momento certo em que os voluntários ficaram sem rosto na memória.

Na segunda fase, os cientistas começaram a mostrar fotos de celebridades para os participantes. Em voz alta, cada participante tinha que dizer o nome de cada artista que estava passando. De acordo com os resultados, os voluntários conseguiram distinguir entre 1.000 a 10.000 rostos no total.

“O alcance pode ser explicado por que algumas pessoas têm uma aptidão natural para lembrar rostos. Existem diferenças na quantidade de atenção que as pessoas dedicam para rostos e com que eficiência elas processam essas informações.” Afirma Dr. Rob Jenkins sobre a grande margem alcançada.  “Alternativamente, isso poderia refletir diferentes ambientes sociais – alguns participantes podem ter crescido em lugares mais densamente povoados, com mais participação social, por isso fixam mais rostos”, acrescenta o pesquisador.

Ainda sobre a capacidade de reconhecimento facial de um ser humano, os pesquisadores acreditam que a idade pode interferir nos reconhecimentos faciais, é claro. Para a pesquisa foram feitos testes em pessoas com idade média de 24 anos. Eles afirmam que a idade é um caminho intrigante para novas pesquisas, pois é preciso saber qual é a idade de pico para o número de rostos que conhecemos.

“Seria interessante ver se há uma idade de pico para o número de rostos que conhecemos”, disse Jenkins. “Talvez nós acumulemos rostos ao longo de nossas vidas, ou talvez começamos a esquecer alguns depois que alcançamos uma certa idade.”

Fonte: Super Interessante


Posts Relacionados

Tags: | | |

avatar