Curiosidades do mundo

5 lugares mais assustadores do mundo

10 de dezembro de 2015 Nenhum comentário

Está buscando algum lugar para passar as férias ou um feriadão? Então se você gosta de coisas sinistras e se aventurar pelo o mundo afora, prepare-se para conhecer lugares totalmente sinistros. Confira uma lista dos cincos locais mais assustadores do mundo, nos quais parecem ser de filmes de ficções científicas ou até mesmo parques de diversões abandonados.

Nagoro, Japão

(Fonte da imagem: Reprodução/Internet)

(Fonte da imagem: Reprodução/Internet)

Em 2005, uma artista japonesa chamada Ayano Tsukimi criou uma arte no qual retrata um país que mais envelhece e diminui a cada ano. Cercado de espantalhos por toda a cidade, a artista japonesa retrata todos aqueles que se saíram da vila no qual foram embora em busca de trabalho ou, simplesmente, retrata aqueles que já falecerem. Todos esses bonecos ficam localizados em Nagoro, no Japão, cujo o número de habitantes dessa vila não ultrapassa o número de 35 pessoas. No total existem mais de 350 bonecos espalhados por praças, parques, paradas de ônibus ou lugares que a população mais gosta de frequentar.

Veja também
Qual foi a primeira rede social do mundo? Se relacionar com pessoas através de sites da web não é de agora. Redes Sociais surgiram em meados dos anos 90, quando a internet discada começou a se...
5 curiosidades que você provavelmente não sabia Você imagina quanto mede uma volta completa no Planeta Terra? Em um novo vídeo do canal do Manual dos Curiosos, confira essa e outras curiosidades que...
7 bebidas bizarras do mundo Se faltasse opção de bebida para espantar o calor, você toparia beber um refrigerante de enguia? Essa iguaria é uma entre várias bebidas bizarras que ...

Cavernas Kabayan, Filipinas

(Fonte da imagem: Reprodução/Internet)

(Fonte da imagem: Reprodução/Internet)

As etnias que habitam as Filipinas, conhecidos como ibaloi, possuem um método de mumificação próprio, nos quais são inseridos soluções bastantes saldadas em todo o corpo do cadáver. Após ter o corpo todo coberto pela a solução, os ibalois colocam o cadáver sobre uma fogueira para que a solução conserve o corpo por mais tempo. As múmias de fogos, como são conhecidas, eram colocadas sentadas ao redor da fogueira e são conservadas até hoje nessa mesma posição, como se estivessem prontas para sair andando dali.

Ilha das Bonecas, México

ilha das bonecas

Localizada ao sul da Cidade do México, a ilha (conhecida como a ilha das bonecas) foi feita em homenagem a uma menina que morreu afogada ali. O ermitão Julian Barrera foi quem achou o corpo da menina flutuando sobre as águas do oceano daquela ilha. Dias após ter encontrado o corpo, Julian resolveu voltar ao local que encontrou o corpo da menina e, para sua surpresa, acabou encontrando parte de uma boneca boiando sobre o mesmo local e ponto onde a criança foi encontrada. Acreditando ser a alma da menina, o ermitão procura sempre pendurar pedaços de bonecas sobre as árvores da ilha, e como já existem várias delas, a ilha ganhou um aspecto sombrio.

Morro da Cruzes, lituânia

(Fonte da imagem: Reprodução/Internet)

(Fonte da imagem: Reprodução/Internet)

Com mais de 100 mil cruzes encravados no chão, o Morro das Cruzes, localizado no norte da Lituânia, parece mais um cemitério do que um morro. Apesar de possuir todas essas cruzes, embaixo delas não existe nenhum corpo enterrado, pois são apenas para homenagear os lituanos mortos durante os séculos 19 e 20, quando o país estava sendo tomado por russos e alemães.

Moynaq, Uzbequistão

(Fonte da imagem: Reprodução/Internet)

(Fonte da imagem: Reprodução/Internet)

Acredite se quiser: essa cidade já teve um porto e uma economia baseada na pesca. Devido ao desvio feito por soviéticos para a irrigação de lavouras, toda a água que cobria o porto secou e se tornou um grande deserto cheio de areias e cactos por toda a parte, acabando de vez com o Mar de Aral, que na verdade era um lago. Como toda a água desse lago secou, os navios e barcos permaneceram e ainda permanecem até hoje no mesmo local em que foram ancorados. Há diversos navios e barcos abandonados naquele local como se fossem navios-fantasmas navegando pela a areia. O cenário é tão surreal que está no clipe de “Louder Than Words”, do Pink Floyd

 

 

 


Posts Relacionados




Bruno Pinheiro

Formado em Administração e criador do Manual dos Curiosos, Bruno Pinheiro é apaixonado por sites e curiosidades. É o autor de todos os textos publicados no Manual dos Curiosos até agora.

Sua reação ao ler esse post
  • FASCINADO
  • FELIZ
  • TRISTE
  • IRRITADO
  • ENTEDIADO
  • MEDO
Comentários
Publicidade
Facebook
Youtube

Categorias
Parceiros